Pólen

Biologicamente, é o elemento fecundante masculino da flor, que atraído pelo ovário da mesma fertiliza as sementes, garantindo a reprodução da planta. Formado por minúsculos grãos, localizados nas anteras dos estames da flor de onde é colhido pelas abelhas e levado para a colmeia para utilização no preparo do alimento das larvas jovens (os bebés da família), em decorrência do alto valor nutritivo, riquíssimo em proteínas naturais, acrescido de todo um processo de minerais, tais como; potássio, fósforo, enxofre, cobre, ferro, cloro, magnésio, silício e mais um complexo de vitaminas: B, C, D, E. Tem quase todos os elementos necessários para a vide vegetal e animal com composição semelhante à geleia real.

A cor e composição do pólen é bastante variada, dependendo muito da espécie vegetal que o produziu, das condições climáticas do local e de outras características do ambiente onde as abelhas o fabricaram. Estão presentes no pólen proteínas, minerais e aminoácidos essenciais. Foram encontradas mais de 80 enzimas ativas, e dentre elas as quatro mais importantes: fosfatase, catalase, redutase e pactase.

É chamado de pólen apícola desidratado por ser produzido (coletado e manipulado) pelas abelhas e feito um trabalho de desidratação. A apresentação no mercado é em forma granulada (bolotas) e em suspensão com mel na percentagem de 5 a 20%. Pela identificação do pólen encontrado através de uma análise, que chama-se Melisso palinologia, o estudo do pólen no mel. Já o estudo do pólen da planta chama-se palinológico. Para uso humano, o pólen somente pode ser coletado de regiões livres da aplicação de agro tóxicos e formado por plantas de boa produção, considerando coloração e sabor do mesmo.

Para conservar ele deve ser desidratado em estufas especiais a uma temperatura máxima de 50 graus centígrados até reduzir sua umidade a 5 a 8%, ou antes de 24 horas depois de colhido, selecionado e limpo. Deve ser guardado na geladeira, ou ainda, no congelador quando em forma de pasta para posterior aproveitamento.

É um superalimento com nutrientes de alto valor, indicado para o equilíbrio funcional e harmonioso do organismo humano, produzindo bem-estar e vigor físico, com ação já comprovada nos seguintes casos:

•  Estimulante.
•  Baixa a tensão arterial.
•  Aumenta a taxa de hemoglobina.
•  Bom funcionamento do aparelho digestivo.
•  Regulador das funções gástricas.
•  Rejuvenescedor.
•  Ajuda no desempenho sexual.
•  Na cosmética como pastas e cremes para o rosto.
•  entre outras aplicações.

Tem ótimos resultados e melhoras em pessoas que tem os seguintes distúrbios:

•  Esgotamento físico e mental.
•  Insonia
•  Nervosismo
•  Hipertensão arterial.
•  Fragilidade cutânea.
•  Distúrbios de Memória.
•  Fraqueza ocular.
•  Queda e embranquecimento precoce dos cabelos.
•  Infeções da próstata e muito mais.

Como usar:

Ao natural uma colher de chá pela manhã para adultos e crianças a metade. Esta dose pode ser estendida para a noite e também aumentada, sem contra indicações, porém deve-se consultar um apiterapeuta para sua melhor aplicação. O pólen pode ser ingerido com outros alimentos, porém será melhor absorvido se mastigado por completo e ingerido sozinho com um intervalo de uns 10 minutos de uma alimentação.